quarta-feira, dezembro 06, 2006

O coelhito no chalet



3 comentários:

Anónimo disse...

Estimado Comendador
Permita-me comentar a sua mais recente aquisição e desta forma complementar o seu valor cultural.
Tendo a sua origem na filosofia, a trajectória de Pendergast, deborda amplamente as suas intenções. Para ele a escultura extravasa o dominio do cognitivo linear, e transborda em toda a sua verdade para o mundo do cognitivo primordial visivel.
Através deste monumental auto-retrato, Pendergast aborda de forma soberbamente onanística a problematica vectorial do reconhecimento cinegetico num contexto espacial trans-cultural.
Pepe Aragon

Anónimo disse...

caga nisso! fantastico! e incribel o poder da iarte, e a intolerancia e uma bergonha incondicional.
posso alugar o coelhito para um filme de gangue bangue? so com celhitos e coelhitas?
ba la!

alice disse...

eheheh!coelhinho!!